LUÍS CEIA DIZ QUE EXPORT IMPROVING MINHO “DINAMIZOU TECIDO EXPORTADOR DO ALTO MINHO”

LUÍS CEIA DIZ QUE EXPORT IMPROVING MINHO “DINAMIZOU TECIDO EXPORTADOR DO ALTO MINHO”

ANDREA CRUZ

26 SETEMBRO 2019, 13:49

O presidente da Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC), Luís Ceia, disse hoje no encerramento do Export Improving Minho que o projeto permitiu “dinamizar o tecido exportador do Alto Minho”.

“O Export Improving Minho deixará uma marca indelével na região, pois permitiu abrir as portas às empresas do Alto Minho em mercados em desenvolvimento e com alto potencial de investimento e até agora desconhecidos pela generalidade das regiões”, destacou o presidente da AEVC. Para Luís Ceia, o Export Improving Minho “permitiu o acesso e contacto com mercados emergentes, possibilitando o estabelecimento de contactos pessoais e profissionais com algumas das maiores e mais importantes empresas e instituições dos mercados-alvo deste projeto, possibilitando ainda desbravar terreno e a troca das melhores práticas empresariais e territoriais”.  “Para a AEVC foi um privilégio encabeçar esta iniciativa, iremos continuar a cooperar com a Câmara Municipal de Viana do Castelo e restantes autarquias do âmbito desta associação, Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), e demais instituições para desenvolver as relações com novos mercados, captar investimento, reforçar a atratividade da região e fixar talentos nesta região”, sustentou Luís Ceia. O projeto Export Improving Minho, promovido pela AEVC, decorreu desde o dia 23 e terminou hoje com a participação  de representantes de instituições e altos quadros de empresas de Marrocos, Argélia, Gana e Irão.  A comitiva de aproximadamente 20 pessoas participaram  em várias iniciativas e debates para abordar temas como as ‘Relações com Portugal e oportunidades de negócios’, ‘Como construir parcerias comerciais entre os Países’ ou ‘Como Internacionalizar e Exportar’.O Hotel Flor de Sal acolheu a Conferência Internacional ‘Export Improving Minho’, que discutiu as “Oportunidades das Relações Bilaterais” entre Portugal e os países convidados.

O Projeto Export Improving Minho pretende promover a internacionalização dos clusters da metalomecânica, construção e energia do Alto Minho, prevendo-se para tal que a comitiva de empresários de Marrocos, Argélia, Gana e Irão visitem empresas e instituições do Alto Minho com o objetivo de estreitar possíveis parcerias na região.

No âmbito deste projeto, alguns dos responsáveis da AEVC, visitaram nos últimos meses algumas das principais instituições empresariais destes países, celebrando diferentes acordos de parceria e cooperação institucional, existindo assim um estreitamento de relação bilateral entre os mercados.

Fonte: https://radioaltominho.pt

Seja Associado!