Avançar para o conteúdo
Início » “VIANA S+T+ARTS CENTRE” vai dar nova vida ao Matadouro Municipal até finais de 2027

“VIANA S+T+ARTS CENTRE” vai dar nova vida ao Matadouro Municipal até finais de 2027

    A Câmara Municipal de Viana do Castelo pretende avançar, até ao final deste ano, com a empreitada de reabilitação e reconversão do antigo Matadouro Municipal no novo Viana S+T+ARTS Centre, projeto de 6 milhões de euros que obteve um financiamento de quase 5 milhões de euros através do programa Novo Bauhaus Europeu.

    O projeto arrancou oficialmente no passado dia 1 de março e, no mês de julho, será apresentado publicamente e concluído o projeto de execução. Até final do ano, a Câmara Municipal deverá avançar com o início da obra de reabilitação, que deverá ser concluída até final de 2026. Depois, em setembro de 2027, o Viana S+T+ARTS vai ser implementado e ganhar vida em Viana do Castelo.

    Esta quarta-feira, o Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, assinou os Partnership Agreement do projeto com os parceiros, que incluem a Associação Juvenil de Deão, o Itecons – Instituto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico para a Construção, Energia, Ambiente e Sustentabilidade, a Inova+, a Dinamo10 – Creative Hub, a Associação Empresarial do Distrito de Viana do Castelo e o Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

    Luís Nobre assumiu que este “é um grande desafio” e que “o caminho passou por encontrar uma função disruptiva para um espaço que estava devoluto há 34 anos”. “Este projeto mostra que é possível sermos reconhecidos como uma cidade cosmopolita e de projeção nacional e internacional”, indicou, acreditando que “este projeto pode ser a mola impulsionadora para uma ambição coletiva de alargarmos os nossos horizontes e nos projetarmos além-fronteiras”.

    O autarca considerou mesmo que o Viana S+T+ARTS Centre será “uma ponte entre a ciência e a arte, mas também uma ponte entre Portugal e a Europa”.

    Também o Vereador da Inovação Digital, Ricardo Rego, considerou que o protocolo com os parceiros “é o ponto de início” de “um projeto muito importante para a cidade” e que resulta de “uma candidatura da qual nos devemos orgulhar“ e que se destacou a nível europeu.

    Recorde-se que, no ano passado, a Câmara Municipal de Viana do Castelo garantiu um financiamento de cerca de cinco milhões de euros para o projeto de transformação do antigo Matadouro Municipal num centro para criação que vai combinar a ciência e tecnologia com arte através do programa Novo Bauhaus Europeu, do Pacto Verde.

    O projeto tem por objetivo a requalificação do antigo matadouro municipal, transformando-o num espaço inovador, inclusivo e cultural que pretende ser um novo laboratório de cidade criativa para estimular a inovação azul impulsionada pelas artes sustentáveis, e por meio da experimentação do conceito S+T+ARTS através de pequenas atividades-piloto ali a desenvolver com vários parceiros locais, nacionais e outros países europeus.

    O “VIANA S+T+ARTS CENTRE” foi uma das 14 candidaturas premiadas, tendo sido a única portuguesa selecionada, entre as 100 apresentadas de vários países da Europa. A candidatura, elaborada no âmbito da “Call for Innovative Actions” da European Urban Initiative (New European Bauhaus), com um orçamento superior a seis milhões de euros, será financiada a 80% pelo FEDER. Permitirá, pois, dar uma nova vida ao Matadouro Municipal de Viana do Castelo que foi inaugurado em 1926 e desativado em 1990.